Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

1 de abril de 2017

Vejam! Vejam!...



– A Economia estabilizou, Nossas dividas foram perdoadas.
– Nossa moeda é forte e valorizada.
– HÁ PAZ NO MUNDO!
– AS MOLÉSTIAS FORAM TODAS ERRADICADAS.
– SOMOS UM POVO TOTALMENTE FELIZ!
– Nosso Presidente não é o Temer.
– Os político citados na lava a jato estão na cadeia!
– Não existe mas: PMDB, PT, PSDB, PR, PP, PROS, e etc.
– Os Corruptos estão na CADEIA!
– Eu GANHEI NA MEGA SENA, AGORA SOU MILIONÁRIA!!

Dia da mentira 1º de abril

A Mentira tem pernas curtas? É o que dizem por ai… O povo também fala que ela nunca vai sozinha, pois se não for remendada com outra, logo arrebenta. E quem não se lembra do Pinóquio, o boneco de madeira que, quando mentia, via seu nariz crescer?
Tudo isso faz lembrar o 1º de abril, o dia mundial da mentira, que começou em 1564 na França, era festejado no dia 25 de março, data que marcava a chegada da primavera. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1 de abril.
Tudo isso começou quando o rei Carlos IX da França determinou que o ano novo fosse comemorado no dia 1º de janeiro respeitando o calendário Gregoriano, houve resistência dos franceses que continuavam a respeitar o calendário Juliano, por dificuldade também em difundir a nova data, pois não existiam meios de comunicação, não havia jornais, rádios, nem televisão, pois a invenção da imprensa, por Gutenberg, só aconteceu muitos anos depois, em virtude disso ficou mantido o dia 1º de abril, que ficou conhecido como do Dia da Mentira, por forças das brincadeiras feitas com a intenção de provocar hilaridade, em todo mundo.
No Brasil o dia 1º de abril começou a ser difundido em Pernambuco, em 1 de abril de 1848, trazido pelos portugueses, com a mentira da morte de Dom Pedro, desmentida no dia seguinte, tornou-se logo parte do nosso folclore! Tanto que alguns, mais competentes na arte da mentira, ganham fama: são exemplos os pescadores – quem nunca ouviu uma historia de pescador?
A Coisa pegou mesmo! Recebeu o nome de Fool’s Day, nos países de língua inglesa. Hoje, a data não é tão festejada como antes. Para o sossego de muita gente, muitos não concordam com ela, pois acham errado existir um dia em que é permitido enganar. Afinal, mentira é isso mesmo: engano, fraude, falsidade, ilusão. Coisas que vemos muito nesta politicagem podre do nosso Brasil!… Em que políticos estão a todo dia vivendo o 1 de abril… Como seria bom! Viver esta data comemorativa, só no dia 1º de abril, no outro dia tudo já seria declarado que era mentira, mas é utópico pensar, que os nossos dirigentes viveriam o dia da mentira só no dia da mentira, eles prolongam suas mentiras dia a dia, como todos os dias do ano fossem 1º de abril, fazendo o povo acreditar piamente em suas promessas descabidas, em seus depoimentos e sorrisos hilários, para ganhar seus devotos. Com isso os cofres públicos são esvaziados, os anúncios das mais diversificadas fraudes: mensalões, sonegação fiscal, trafico de armas, troca de favores entre eles, recebimento de propina , super faturamento das obras, tráfico de influências, rede organizada de pedofilia, tráfico de drogas, falsidade ideológica… São constantes, aumentando no nosso país a falta de educação, elevando o caos na saúde e a segurança publica nem é bom falar!… Nossas matas desaparecendo dia após dia! Nossas estatais sendo privatizadas, a intolerância desenfreiada… Tornando nossas vidas um caos total, sinalizando para cada cidadão, que o dia da mentira é só dia 1º de abril, que os outros dias do ano temos que estar atentos na busca incansável da VERDADE!
Texto de: Rita Cidreira

0 comentários :

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.