Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

29 de setembro de 2016

10 Cuidados para um Voto Consciente

| 0 comentários

1. VOTE EM CANDIDATOS FICHA LIMPA

Princípios: Honestidade, Ficha Limpa, Ética, Transparência
Não perdoe os escândalos e crimes envolvendo os candidatos. É preciso ter seus processos na justiça resolvido antes de se candidatarem – FICHA LIMPA. Consulte em seu estado os locais que o TSE irá destinar para mostrar a ficha dos candidatos. Tenha certeza que ele é detentor de ficha limpa realmente.

2. CONHEÇA OS CANDIDATOS

Princípios: Comprometimento, Equipe, Apoio, Transparência
Conheça os compromissos dos candidatos em relação aos problemas de nossas cidades e de nosso País. O que eles falam sobre cada problema e como se comprometem a resolvê-los. Veja também a história de vida de cada um. Um candidato de uma cidade está mais inclinado a resolver os problemas dessa cidade, já um candidato ligado a um tema em especial (meio ambiente, por exemplo) tende trabalhar esse segmento e pode ser cobrado para resolver os problemas desse tema.

3. CONHEÇA E COBRE OS PARTIDOS: O SEU VOTO VAI PARA ELES PRIMEIRO

Princípios: Projetos e Propostas, Comprometimento, Transparência, Equipe.
Não se deixe influenciar, faça uma análise dos vários candidatos e escolha após uma reflexão. Se você vota na pessoa, saiba que o seu voto é do PARTIDO. Não se deixe enganar, você vota em pessoas para eleger PARTIDOS. Não basta escolher a pessoa apenas, fique atento no partido do candidato. Será este partido que irá nortear as regras que este político após eleito irá cumprir. Se o seu candidato tem um site, BLOG ou twitter e ESCONDE o partido do qual ele é filiado, NÃO VOTE NELE.

4. FAÇA A DIFERENÇA NO LOCAL ONDE VOCÊ MORA

Princípios: Comprometimento, Participação e Envolvimento.
Não se sinta pressionado por líder religioso, político ou agente comunitário, patrões, parentes, grupo ou instituição: cada um tem o direito de decidir como exercer sua cidadania e escolher com responsabilidade o seu voto. Preste atenção durante os 4 anos em suas ruas, praças, hospitais, creches, postos de saúde e veja quem realmente está trabalhando neste período. Não deixe pra ficar analisando candidatos somente em épocas eleitorais.

5. TENHA CORAGEM E NÃO ACEITE BLÁ BLÁ DE OPORTUNISTAS DE OCASIÃO

Princípios: Coragem, Honestidade, Ética,
Se o eleitor receber qualquer tipo de pressão, ameaça, chantagem, coação, deve denunciar. A sua denúncia para ter efeito legal deve ser identifica no ministério público e eles devem garantir o seu anonimato.

6. NÃO VENDA SEU VOTO

Princípios: Honestidade, Coragem, Ética
Se alguém lhe oferecer dinheiro, emprego, qualquer tipo de benefício em troca do voto, deve reunir provas contra quem tentou fazer isso, que se configura como crime eleitoral - Lei 9840.

7. PESQUISAS ELEITORAIS NÃO GARANTE OS MELHORES

Princípios: Perseverança, Coragem, $$$$, Apoios
As pesquisas mostram quem está na frente, e quem está na frente não é necessariamente o melhor candidato. Não se deixe influenciar pelo voto útil. O seu voto só é bom para o Brasil se VOCÊ opitar pela sua consciência e propostas e trabalhos conhecidos. É sabido que várias pesquisas podem ser forjadas e compradas, não se deixe levar pelo que os marketeiros tentam lhe vender.

8. FIQUE DE OLHO NAS PROMESSAS ABSURDAS

Princípios: Projetos e Propostas, Ética, Comprometimento, $$$$
Preste atenção nas promessas de campanha. Os candidatos precisam dizer com que dinheiro e COMO vão realizar seus projetos.

9. GOVERNAR O BRASIL E OS ESTADOS NÃO SE RESOLVE EM 4 ANOS.

Princípios: Humildade, Diálogo, Equipe, Honestidade
Os candidatos à governador e presidente devem apresentar um programa de prioridades, com recursos previstos e metas concretas a serem alcançadas. Nunca acredite em quem promete solucionar os problemas do Brasil em 4 anos. NINGUÉM tem este poder, quando muito, poderão sim, dar continuidade no que é bom e aplicar novos projetos de médio e longo prazo. Não existe projeto de curto prazo em GOVERNOS.

10. VALORIZE COM CUIDADO SEUS REPRESENTANTES DO LEGISLATIVO

Princípios: Projetos e Propostas, Legenda, Apoio, Equipe, Comprometimento
Os Deputados e Senadores serão os representantes da população, vão fazer leis, aprovar o orçamento, fiscalizar os atos do Executivo e não podem prometer nada que envolva gastos, pois não é de sua competência fazer obras. Procure saber quem será o suplente do seu SENADOR, este detalhe poderá fazer a diferença no seu voto. Para deputados federais e estaduais, veja quem MUDOU de partido e procure evitar este candidato. Ele traiu o seu voto no passado durante o mandato e poderá fazer novamente. Para os candidatos a reeleição, veja e confira os projetos de lei que ele elaborou. Conferir as votações e presença nas casas legislativas é ponto fundamental também. Se ele não cumpre o seu horário e falta em votações (seu trabalho), não merece ter o seu voto.
Fonte: www.cidadedemocratica.org.br

26 de setembro de 2016

Bruxismo

| 1 comentários
bruxismo, mais frequentemente chamado ranger de dentes, é um dos problemas que afeta sobretudo as crianças podendo no entanto também afetar os adultos. O bruxismo não é uma doença propriamente dita, mas sim uma manifestação de algo que não está bem, quer seja com a criança quer seja com o adulto.
O ranger de dentes ou bruxismo é um sintoma de algo que não está bem e que precisa de ser corrigido. Ele pode ter consequências graves para os dentes, para além de poder criar problemas a nível da ATM (Articulação Temporo Mandibular).
A nível dos dentes, o ranger provoca um desgaste nos dentes que os pode colocar em risco e colocar em risco a saúde dos mesmos. O ranger dos dentes ou bruxismo também "força" e cria tensões a nível das ATMs o que lhes cria desgastes e eventuais problemas.
Os problemas da ATM podem provocar situações como enxaquecas, problemas de ouvidos, dores miofaciais, problemas no trigêmeo, stress, ansiedade, depressão, etc. para além de muitos outros problemas e situações.
O ranger de dentes ou bruxismo é uma boa indicação de que algo não está bem e que precisa de ser corrigido.
O bruxismo normalmente é uma boa indicação de que a pessoa ou criança está sujeita a uma pressão mental ou emocional demasiado forte, a qual pode provir de problemas emocionais ou de problemas físicos.
Estes problemas (quer os físicos quer os emocionais) precisam de ser detectados e corrigidos o mais rapidamente possível para que não se venham a desenvolver em problemas bem mais graves ou em situações crônicas.
nfelizmente o bruxismo costuma ser descurado quer pelos pais quer pelos diversos profissionais que não têm conhecimentos acerca das causas nem das consequências que o mesmo pode provocar.
Desta forma muitos dos problemas que poderiam ser evitados acabam por virem a ocorrer, criando muito sofrimento, despesas, baixas médicas, cirurgias e muitas outras situações. Muitos dos problemas de saúde poderiam ser despistados e eliminados muitos anos antes caso as pessoas e os profissionais tivessem conhecimento acerca das causas e das consequências do bruxismo.
Infelizmente o desconhecimento leva a que só muitos anos mais tarde ou só quando a situação é demasiado grave se procurem soluções para os problemas ou os sofrimentos. O ideal seria que os pais, as pessoas e os profissionais estivessem alerta para esta situação e que todos aqueles que têm este problema fossem encaminhados para quem saiba detectar e resolver as causas por detrás deste problema.
Frequentemente existem muitas alterações no corpo que podem dar origem ao bruxismo ou que o podem agravar. Estas alterações no corpo deveriam ser detectadas e corrigidas para que o bruxismo pudesse ser resolvido assim como para que essas causas não venham a dar origem a outros problemas mais tarde.
A solução está em localizar as causas do bruxismo e resolvê-las e isso pode ser feito em pouco tempo, quando a pessoa o deseja e quando encontra quem sabe lidar com o assunto. O objetivo é sempre detectar e resolver o problema mas para o conseguir há que detectar e eliminar as causas que lhe dão origem.
E isso pode ser uma coisa fácil e rápida quando se encontra quem o saiba fazer.

Bruxismo

Bruxismo é um hábito parafuncional de ranger os dentes e constitui um dos mais difíceis desafios para a odontologia restauradora, sendo que a dificuldade para sua resolução aumenta de acordo com a gravidade do desgaste dentário produzido.
Fisiopatologicamente, o esmalte dentário é o primeiro a receber os prejuízos do Bruxismo, e o desgaste anormal dos dentes é o sinal mais freqüente da anomalia funcional.
O padrão de desgaste dental do Bruxismo prolongado é, freqüentemente, não uniforme e mais severo nos dentes anteriores.
A importância do Bruxismo ainda se deve à sua relação com a dor muscular da articulação temporomandibular e alguns tipos de cefaléia.
Pode ser definido como um hábito parafuncional que consiste em movimentos involuntários ritmados e espasmódicos de ranger ou apertar os dentes, ocorrendo normalmente durante o sono.
Alguns autores dividem o termo Bruxismo em cêntrico, ato de apenas apertar os dentes, ou excêntrico, onde além de apertar os dantes há também o ranger dos dentes, porém, ambos sempre involuntários.
Há discrepância sobre a definição precisa do Bruxismo, alguns autores definindo-o como atividade parafuncional diurna ou noturna e outros alegando-o exclusivamente durante o sono.
De modo geral diz-se Bruxomania para definir esse movimento de apertar, ou ranger dos dentes, quando a pessoa se encontra acordada.
É importante destacar, para entendimento conceitual, que o Bruxismo não é necessariamente uma doença. Trata-se mais de uma disfunção. É perfeitamente possível que alguns portadores de Bruxismo não tenham maiores conseqüências para o sistema mastigatório.
O aspecto mórbido ou doentio pode ser pensado quando este hábito funcional leva à algum prejuízo do sistema mastigatório ou desencadeia sintomas de desordens temporomandibulares, como por exemplo, a artrite temporo-mandibular (ATM).
O Bruxismo noturno pode ocorrer em praticamente todos os estágios do sono, sendo observado predominantemente no estágio II e virtualmente ausente nos estágios III e IV, mais profundos.
Quando relacionado ao sono, o Bruxismo envolve movimentos rítmicos semelhantes ao da mastigação intercalados por longos períodos de contração dos músculos mandibulares.
Essas contrações costumam ser fortes e até superar aquelas realizadas durante a mastigação normal consciente. Costumam durar o suficiente para produzir fadiga e dor muscular.

Incidência e Curso

Alguns trabalhos estimam entre 6 e 20% dos adultos e em torno de 14% das crianças a incidência do Bruxismo. Entretanto, sinais e sintomas de Bruxismo são observados entre 80% e 90% das populações estudadas, sugerindo que, ou essas pessoas apresentam Bruxismo inconscientemente ou já o tiveram.
Parece ainda que o Bruxismo diminui com a progressão da idade, predominantemente depois dos 50 anos. Quanto à distribuição nos sexos, alguns autores encontraram uma maior frequência do Bruxismo em mulheres.

Causa

As causas normalmente estariam relacionadas a fatores psicológicos, como tensão emocional, agressão reprimida, ansiedade, raiva, medo, frustrações e estresse.A frequência e a severidade do Bruxismo pode variar a cada noite, e parece estar altamente associado ao estresse emocional e físico.

Prognóstico e Consequências

Hábitos funcionais do tipo Bruxismo costumam levar ao desgaste dentário, má oclusão severa, trauma oclusal, fratura dentária e dores em determinados componentes do sistema mastigatório.
O Bruxismo é considerado uma das causas das desordens temporomandibulares devido à possibilidade de desencadear dor ou disfunção na musculatura mastigatória e /ou articulação temporomandibular.

Tratamento

Atualmente a odontologia tem optado pela utilização de uma placa estabilizadora, de resina acrílica, que respeite os conceitos de máxima estabilidade mandibular em relação cêntrica e movimentos excêntricos harmoniosos através de guias específicas (protrusivas e caninas).
A função da placa 
estabilizadora seria para proteger os dentes e demais componentes do sistema mastigatório durante as crises noturnas de Bruxismo.
Além disso a placa ainda reduziria a atividade elétrica de músculos elevadores da mandíbula, como masseter e temporal, reduzindo assim a atividade tensional.
Entretanto, a colocação de placas constitui-se num tratamento, digamos, sintomático. O ideal seria o tratamento dos estados tensionais, estressantes ou ansiosos que produzem o Bruxismo.
Fonte: www.jcsantiago.info/gballone.sites.uol.com.br

Nestes dias também se comemoram:
Dia do Surdo
26 de Setembro
Dia do Surdo
Dia Internacional das Relações Públicas
26 de Setembro
Dia Internacional das
Relações Públicas
Dia Mundial do Coração
26 de Setembro
Dia Mundial do Coração
Dia de São Cosme e Damião
27 de Setembro
Dia de São Cosme e Damião
Dia do Ancião
27 de Setembro
Dia do Ancião
Dia do Cantor
26 de Setembro
Dia do Cantor

Vamos parabenizar nossa artista, a cantora baiana Gal Costa: leiam sobre ela no link abaixo:
https://lucidreira.blogspot.com.br/2010/09/biografia-e-historia-da-cantora-baiana.html
Fonte: Imagens Google. Meramente ilustrativa.

22 de setembro de 2016

Dia Nacionao da defesa da fauna

| 0 comentários
No dia 21 de setembro de 2000, o então presidente Fernando Henrique Cardoso assinou o Decreto n° 3.607, que designou o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) como autoridade administrativa para, efetivamente, implementar a Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Flora e Fauna Selvagens em Perigo de Extinção (CITES). Esse tratado internacional, também conhecido como Convenção de Washington, é de 3 de março de 1973 e tem o Brasil como seu signatário desde 1975 (Decreto n° 76.623 de 17 de novembro).
O Decreto foi publicado no Diário Oficial em 22 de setembro, data então do início de sua vigência. Daí o Dia Nacional de Defesa da Fauna.
Atualmente, os rinocerontes estão entre os animais com maior risco de extinção por causa do comércio de seus chifres
Mas o que é a CITES?
A CITES é um tratado que tem como objetivo controlar o comércio internacional de fauna e flora silvestres por meio de fiscalização ao comércio de espécies ameaçadas com base em um sistema de licenças e certificações. Ela tem força apenas no comércio internacional, não valendo para o mercado interno de cada país.
As espécies controladas pela CITES são definidas por acordos entre os países signatários e são listadas em três anexos, conforme o risco.
Anexo I - compreende todas as espécies ameaçadas de extinção que são ou poderiam ser afetadas pelo comércio. O comércio dos espécimes dessas espécies está sujeito a uma regulamentação particularmente restrita, a fim de não pôr ainda mais em perigo a sua sobrevivência, e deve ser autorizado apenas em circunstâncias excepcionais;
Anexo II – compreende todas as espécies que, apesar de atualmente não estarem necessariamente ameaçadas de extinção, poderão vir a estar se o comércio dos espécimes dessas espécies não estiver sujeito a uma regulamentação restrita que evite uma exploração incompatível com a sua sobrevivência;
Anexo III - compreende todas as espécies autóctones (originários do próprio território onde habitam) em relação às quais se considere necessário impedir ou restringir a sua exploração.
A CITES é a principal ferramenta de combate ao tráfico internacional de animais silvestres, que, de acordo com estimativas, é a terceira atividade ilegal mais lucrativa do mundo (atrás do tráfico de drogas e do contrabando de armas). Por ser uma atividade criminosa, a quantidade de dinheiro envolvida no tráfico de fauna que se divulga é bastante imprecisa, mas varia entre 10 e 20 bilhões de dólares por ano. O Brasil seria responsável por uma fatia entre 5% e 15% do total.
Dentro do Brasil, o artigo 29 da Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal nº 9.605/1998) é a principal ferramenta jurídica de proteção à fauna.
“Art. 29. Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida.
Pena - detenção de seis meses a um ano, e multa.
§ 1º Incorre nas mesmas penas:
I - quem impede a procriação da fauna, sem licença, autorização ou em desacordo com a obtida;
II - quem modifica, danifica ou destrói ninho, abrigo ou criadouro natural;
III - quem vende, expõe à venda, exporta ou adquire, guarda, tem em cativeiro ou depósito, utiliza ou transporta ovos, larvas ou espécimes da fauna silvestre, nativa ou em rota migratória, bem como produtos e objetos dela oriundos, provenientes de criadouros não autorizados ou sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente.”
Infelizmente, tráfico de fauna não é tipificado como um crime, com características próprias e que poderia diferenciar os que capturam e vendem espécimes incentivados pela pobreza, por exemplo, dos médios e grandes traficantes – que receberiam penas mais severas.
O crime previsto do inciso III do parágrafo 1º do artigo 29 é considerado de “menor potencial ofensivo”, portanto os condenados têm suas penas transformadas em trabalho comunitário ou cestas básicas - mesmo com as crueldades como a feita com a arara-azul-grande acima, que teve os olhos perfurados para parecer mansa durante a venda (Foto: Renctas).
Fontes: Fauna News
www.animaisos.org/?n=3455
Neste dia também se comemora o dia da banana Dia da Banana
22 de Setembro
Dia da Banana

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.